“O melhor passeio de todas as viagens: o passeio dentro de nós mesmos.” – Shirley MacLaine

Em algum momento você já parou para pensar sobre sua espiritualidade? E para contemplar um momento de introspecção? Muitas vezes, na correria que nos deparamos no dia-a-dia, momentos de reflexão e meditação se tornam desimportantes e fogem da rotina já planejada. 

Para desacelerar e “desplugar”, viajar é sempre uma das alternativas mais agradáveis. Que tal planejar a próxima viagem visando destinos que proporcionam momentos de contemplação e agradecimento, meditação, introspecção e conexão com sua espiritualidade?

Índia, o âmbito da espiritualidade

Característica por suas cores, sabores, crenças e tradições, a Índia é um destino exótico e repleto de fascínios. Berço do Budismo e do Hinduísmo, o destino é propício para retiros em ashrams e prática de yoga.

  • Bodhgaya: Foi nessa célebre cidade que o príncipe Siddharta Gautama alcançou a “iluminação” e tornou-se Buda. A cidade é sagrada para os adeptos ao Budismo e contempla gloriosos templos budistas. O ilustre Mahabodhi Temple foi tombado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.
  • Rishikesh: Às margens da límpida nascente do Rio Ganges e aos pés do Himalaia, a cidade é caracterizada como a “Capital Mundial do Yoga”. Rishikesh é convidativa para a prática de meditação e estudos sobre a filosofia hindu. A cidade é vegetariana e diariamente, à noite, são realizadas ilustres cerimônias espirituais.

 

 

Nepal, o equilíbrio entre natureza e espiritualidade

Com um cenário composto pelos montes do Himalaia e contemplando o Monte Evereste, o Nepal imerge o viajante em um santuário de nirvana e contemplação. Notório por seus templos e monastérios, apresenta a agradável harmonia entre o Hinduísmo e o Budismo. No budismo tibetano, a meditação é parte de um ritual que envolve leitura de saddhanas e melodia, e expressões artísticas são prestigiosas.

Jerusalém, a sacra espiritualidade da “Terra Santa”

Histórica e vista como o berço da fé, a sagrada Jerusalém é um ilustre destino para devotos do cristianismo, judaísmo e islamismo. Descrita como “Terra Santa”, a cidade foi cenário para importantes momentos religiosos e abriga históricos monumentos, tais como o célebre Muro das Lamentações. Envolvendo seus visitantes em atmosfera religiosa, a cidade contempla a Basílica do Santo Sepulcro, as ruínas do Templo de Salomão e a Cúpula da Rocha.

Vaticano, onde a espiritualidade encontra a religiosidade

Caracterizado como o “menor país”, o Vaticano é célebre por ser lar do Papa e a matriz do catolicismo. Contemplando a maior igreja católica do mundo e a ilustre Capela Sistina, a cidade-estado reúne preciosas obras arquitetônicas e de arte. O vaticano recepciona milhares de devotos que anseiam o privilégio de presenciar uma missa do Papa. Seu sacro ambiente é uma soma da espiritualidade à religiosidade.

Fale conosco